terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Solibad faz alegria em Gravatá – PE

26 de dezembro de 2011


A ONG Solibad deixou um pouco mais alegre o Natal de algumas crianças, de Gravatá, na grande Recife, em Pernambuco. Na última quarta-feira realizou a entrega de um pouco mais de 50 pares de tênis para que as crianças da cidade possam começar o ano com um novo material de treinamento. Além disso, foi feita uma grande ceia natalina para os jovens.


 
A ação é uma das inúmeras que a ONG realiza por todo o mundo, ajudando a propagar o badminton por todos os lados do planeta. No Brasil, Daniel Paiola é o embaixador e ajuda na divulgação do esporte no país. www.solibad.org

Fonte: DanielPaiola.com

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Badminton recebe várias homenagens no Prêmio Brasil Olímpico


Ter, 20 de Dezembro de 2011 00:00 
 

Para os amantes do Badminton, a segunda-feira não poderia ser mais especial. Na entrega do Prêmio Brasil Olímpico, a modalidade recebeu três homenagens significativas, que comprovam ainda mais a evolução do esporte. Sebastião Oliveira, com o projeto social do Miratus, Franciso Ferraz, com o principal projeto do ano em Responsabilidade social e Daniel Paiola, como melhor atleta do ano, deixaram a noite carioca, mais com a cara do badminton brasileiro.
O evento que começou por volta das 18 horas, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, teve logo no seu início a homenagem a Sebastião Oliveira. O treinador do Miratus recebeu das mãos de Carlos Arthur Nuzman, uma carta de agradecimento por todo seu empenho na criação do projeto Miratus, que desde 1995 ajuda o desenvolvimento de crianças nas favelas do Rio de Janeiro.
Em seguida, Guilherme Kumasaka, representante da Confederação Brasileira de Badminton, recebeu das mãos de Nuzman uma carta de agradecimento a CBBd por todo o seu empenho nas atividades no ano de 2011. Todos os dirigentes de outras Federações também receberam esta carta.

 

Piauí fez história!


Pelo primeiro ano, o COB, em parceria com o COI, premiou um projeto que fosse o melhor de Responsabilidade Social no território brasileiro. O Badminton do Piauí, que tem como objetivo principal tirar crianças das ruas, ocupando o tempo com a prática do badminton foi eleito como o melhor do ano.
Das mãos do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o jovem atleta Waleson Vinicios Santos e o dirigente da Federação do Piauí, Francisco Ferraz, receberam o Troféu Comitê Olímpico Internacional - Esporte e Responsabilidade Social. 





Noite de gala!

Para fechar a noite de gala do Badminton, no Prêmio Brasil Olímpico, Daniel Paiola, junto de outros atletas foi chamado ao palco para receber o troféu de melhor atleta da modalidade de 2011. Este é o terceiro ano que ele é escolhido para receber a premiação. No final da premiação Paiola também recebeu um diploma de mérito, pela medalha conquistada nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

 
Fonte: Confederação Brasileira de Badminton

sábado, 17 de dezembro de 2011

Brasileiros são derrotados e ficam com medalha de prata

Por paiolabrazil






Adrian Liu e Derrick Ng | CAN


Os brasileiros Daniel Paiola e Hugo Arthuso não resistiram à força da dupla canadense Adrian Liu e Derrick Ng e foram derrotados, por 2 x 0, com parciais de 21-07 e 21-15, em pouco mais de 38 minutos, na final do Yonex Canadian International Challenge, na noite deste sábado.
Jogando contra os donos da casa, os brasileiros não conseguiram fazer um bom primeiro set e foram derrotados facilmente. No segundo, eles reagiram, mas erraram algumas petecas na hora final e sairam de quadra derrotados. “Não começamos bem o jogo e viramos presa fácil. No segundo set, quando nosso jogo encaixou e estávamos mais aquecidos, erramos algumas petecas importantes que fizeram a diferença”, disse Paiola.
Logo que acabou a partida, toda delegação brasileira entrou no avião e já está retornando ao Brasil, onde devem aproveitar as festas de fim de ano e, em janeiro, já voltam ao batente, para a reta final de preparação para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.


Fonte: DanielPaiola.com

domingo, 4 de dezembro de 2011

Daniel Paiola é eleito o melhor atleta do ano no Badminton pelo COB


O atleta da Seleção Brasileira de Badminton, Daniel Paiola, foi informado nesta sexta-feira, que foi eleito pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o melhor atleta do Badminton nacional na temporada de 2011. Paiola conquista este prêmio pelo terceiro ano consecutivo.
“É uma emoção muito grande receber o prêmio pelo terceiro ano seguido. Sei que isso é fruto de muito trabalho. Fico feliz, mas quero me concentrar ainda mais em busca dos resultados. Vou me dedicar mais aos treinos e não perder o foco do meu objetivo: disputar os Jogos Olímpicos de Londres 2012″, argumentou o brasileiro, muito feliz com a escolha.
Paiola está no México, onde disputou o III Torneio Internacional mexicano. “Este prêmio é mais uma motivação extra. Preciso fazer jus a minha conquista e continuar tendo bons resultados. Sei que não será fácil, mas a batalha é grande e preciso das conquistas”, finalizou o brasileiro que volta suas atenções para o próximo torneio, que acontecerá no Canadá.
Além de receber o prêmio de melhor atleta da modalidade no ano, dia 19 de dezembro, Paiola e toda a delegação que ganhou medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, receberão uma homenagem do COB.

Fonte: DanielPaiola.com

YouTube Oficial Daniel Paiola

Saiu na TV?

Você encontra aqui.

Confira os vídeos no canal exclusivo do atleta.

Clique no link abaixo e confira !!!

YouTube Oficial Daniel Paiola


Fonte: DanielPaiola.com

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Dupla campeã!

12 de novembro de 2011


 

Daniel Paiola e seu parceiro, Hugo Arthuso, conquistaram a medalha de ouro no Bill Graham Miami International. Neste sábado, eles bateram os norte-americanos Phillip Chew e Sattawat Pongnairat, por 2 x 1, com parciais de 21-16, 18-21 e 21-09.
“É sempre bom ser campeão. Conseguimos fazer uma boa partida, entramos em quadra concentrados e lutamos até o fim para conquistar a medalha. Vamos voltar para o Brasil, apertar os treinos e focar nossa meta, que é chegar aos Jogos Olímpicos, de Londres, em 2012″, comentou Daniel Paiola, muito feliz com a conquista da medalha.

 

Esta conquista pode ajudar ambos na corrida dos Jogos Olímpicos, já que estão em 51º no ranking mundial. “Com certeza vamos ganhar boas posições. Estamos subindo de produção e vamos atingir nosso objetivo”, finalizou o brasileiro, que retorna ao Brasil nesta segunda-feira.
Além disso, as brasileiras Lohaynny Vicente e Luana Vicente venceram as americanas Dayanis Alvarez e Shannon Pohl, por 2 x 0, com parciais de 21-09 e 21-16 e também retornam ao país com o título de campeãs.

Fonte: DanielPaiola.com

sábado, 5 de novembro de 2011

Brasileiros conquistam medalha de bronze em Porto Rico

5 de novembro de 2011
 



A dupla da Seleção Brasileira, Daniel Paiola e Hugo Arthuso, conquistou na manhã deste sábado, no Porto Rico Internacional, a medalha de bronze. Na semifinal, contra os canadenses, Francoise Bourret e Kevin Li, os brasileiros foram derrotados, por 2 a 1, com parciais de 22-20, 15-21 e 21-15, em pouco mais de 41 minutos.
“A escola canadense de badminton é muito forte. O primeiro set foi definido nos detalhes. Ganhamos o segundo, mas no terceiro, voltamos a cometer alguns erros que não cometemos antes e acabamos derrotados”, comentou Paiola, que agora volta suas atenções para o torneio de Miami.
Com os pontos conquistados e a medalha de bronze, os brasileiros acreditam que vão conquistar algumas importantes colocações no ranking mundial. “Estamos melhorando nossos resultados em relação ao ano passado, temos que crescer ainda mais de produção para manter com chance. Acredito que estamos perto do nosso objetivo”, finalizou Daniel.
Agora, os brasileiros voltam suas atenções para o torneio de Miami, que começa na próxima quinta-feira.

Fonte: DanielPaiola.com

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Daniel Paiola arrasa na estreia do Porto Rico Internacional

3 de novembro de 2011
 
Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/COB


O atleta da Seleção Brasileira de Badminton, Daniel Paiola, deu show na sua estreia no Porto Rico Internacional. Na noite desta quinta-feira, contra Joselito Sanchez, de Porto Rico, o brasileiro venceu em pouco menos de 17 minutos, por 2 x 0, com parciais de 21-04 e 21-06.
“Entrei muito concentrado em quadra. Poderia encontrar dificuldades por ser um adversário que jogava no seu país, com o apoio da torcida. Consegui colocar o meu jogo e fui muito bem no duelo. Agora, preciso focar para os meus próximos jogos. O Campeonato não está fácil para ninguém”, finalizou o brasileiro, que nesta sexta-feira enfrenta o jamaicano Gareth Henry.
Nas duplas, ele e Hugo Arthuso jogam contra o espanhol José Vicente Martinez e o portoriquenho Ivan Morales. “Estamos confiantes no bom resultado. Acredito que podemos conquistar bons resultados. Temos que fazer uma boa partida nesta sexta para pegarmos mais confiança”, finalizou Paiola, que atualmente está em 86º, no ranking mundial de simples.

Fonte: www.danielpaiola.com

Medalhista do Pan começa busca por vaga olímpica no badminton

Daniel Paiola estreia, nesta quarta-feira, no Desafio Internacional de Porto Rico, torneio que vale pontos no ranking internacional da modalidade

Por GLOBOESPORTE.COM  
Rio de Janeiro
 
O atleta da seleção brasileira de badminton Daniel Paiola irá começar, nesta quarta-feira, na cidade de San Juan, em Porto Rico, sua busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012. Ele, que ocupa atualmente a 87ª colocação no ranking mundial da modalidade, fará sua estréia no Desafio Internacional de Porto Rico contra Joselito Sanchez, atleta da casa.
O torneio em Porto Rico, classificado pela Confederação Brasileira de Badminton como International Challenge, tem premiação de 15.000 dólares para o vencedor e vale pontos no ranking da Federação Internacional de Badminton. De Porto Rico, Paiola seguirá diretamente para Miami, Estados Unidos, onde disputará outro torneio valendo pontos no ranking.

Badminton - Daniel Paiola no Pan-Americano (Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/COB) 
Após medalha inédita no Pan, Daniel Paiola quer vaga nas Olimpíadas(Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/COB)
Além dos torneios em Porto Rico e nos Estados Unidos, o atleta, vencedor de uma inédita medalha de bronze para o Brasil no torneio de simples dos Jogos Pan-Americanos, irá disputar, até o fim de 2011, torneios no Suriname, México e Canadá. Todos valem pontos no ranking mundial.
Para garantir uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2012, ele precisará alcançar, até o final de abril do ano que vem, ao menos a 75ª posição no ranking internacional.

Fonte: GLOBO.COM

 

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Lei Piva ajuda em 1º ouro, mas não impulsiona rendimento geral

Levantamento de peso teve título inédito em Pans e badminton, a 1ª medalha individual, mas outras modalidades não produziram muito

 Marcel Rizzo e Vicente Seda, enviados iG a Guadalajara | 31/10/2011 20:26

 

Desde 2001, a Lei Agnelo/Piva destina 2% da arrecadação das loterias federais para os esportes olímpicos, via COB (Comitê Olímpico Brasileiro), que faz a divisão com base em desempenho. No Pan-Americano de Guadalajara, o impacto desse investimento foi sentido em algumas modalidades, mas não teve uma influência generalizada, especialmente as menos tradicionais.
Leia também: Brasil fica em terceiro, mas vê número elevado de modalides com menos medalhas

Foto: Reuters Ampliar
Fernando Reis ganhou ouro inédito para o Brasil no levantamento de peso

Em 2010, o COB arrecadou R$ 142,7 milhões com a Lei. Parte desse dinheiro o Comitê usa para sua própria manutenção e para, por exemplo, pretensões em receber eventos, como fez em sua campanha para sediar os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Deste montante, parte tem de ser repassada para esporte universitário (10%) e também para o esporte escolar (5%).
Os dirigentes do COB, por sua parte, procuram desvincular esse montante recebido do conceito  de verba estatal. “Esse é o principal financiador do esporte de alto rendimento hoje, sem dúvida, vindo de um percentual das loterias. Então é uma discussão se é público ou privado. Não vejo bem como público", disse o superintendente do COB, Marcus Vinícius Freire. De todo modo, Freire não esconde que gostaria de ver mais investimentos endereçados ao esporte e facilitados por parte do governo. "A lei de incentivo ao esporte pode crescer mais, ser mais usada para atletas de alto rendimento e, daqui para frente, os patrocinadores privados do COB e das confederações serão importantes nessa questão também.”
Leia também: Confira os atletas que foram as revelações do Brasil no Pan
Esse investimento, porém, não vem se mostrando uma garantia de resultados. Entre as 23 modalidades olímpicas que recebem verbas, algumas com um menor número de praticantes, como o levantamento de peso e o badminton mostraram sinais de progresso já em Guadalajara. Outros, porém, nem tanto: o ciclismo e o tiro com arco foram as únicas que não conseguiram um pódio sequer. O hóquei sobre grama, o que menos recebeu dinheiro nos últimos dois anos, nem se classificou para a competição.
Evolução
Com pouco mais de R$ 2,1 milhões de receita nos últimos dois anos, o levantamento de peso contratou um técnico cubano, mandou os atletas participar de torneio fora do país, e o resultado apareceu: a primeira medalha de ouro em Pans, com Fernando Reis, que na categoria mais de 105 kg levantou 410 kg e bateu o recorde da competi. Com apenas 21 anos, ele é uma das revelações do esporte, que em 2008, depois de 12 anos, voltou a ter representantes em uma Olimpíada, com Wellison Silva – que ficou em 12° lugar na prova de arranque.

Foto: Scott Heavey/Getty Images Ampliar
Daniel Paiola conquistou a inédita medalha de bronze no individual
Terceiro esporte que menos recebe da Lei, com R$ 1,77 milhão, o badminton fez o primeiro medalhista individual da história dos Pans, Daniel Paiola. Com o dinheiro que o COB recebe a modalidade mantém um centro de treinamento em Campinas, que tem muitos garotos.
Veja como ficou o quadro de medalhas
“O objetivo agora é conquistar essa vaga olímpica. Preciso ser entre o 70 e 75 do mundo até abril de 2012 para estar classificado, algo que seria sensacional”, disse Paiola. Antes do Pan, o jogador era o número 86 do ranking, mas, com o terceiro lugar, deve subir algumas posições no ranking.
Sem pódio
Por outro lado, o ciclismo recebeu em 2009 e 2010, somados, mais de R$ 3,7 milhões. A receita serviu para que atletas pudessem competir na Europa, para a compra de equipamentos e formação de jovens. Quem mais chegou perto de uma medalha foi Sumaia Ribeiro, que ficou em quarto lugar no keirin feminino. No fim, ela teve de se contentar em ter feito o recorde brasileiro nessa prova de velocidade, com 11s335, que derrubando marca que durava desde o inicio dos anos 90.
Leia ainda: Erros de organização contrastam com torcida mexicana simpática
"Há evolução, esse recorde que bati mostra que o trabalho está sendo bem feito. Estamos competindo fora, enfrentando os melhores, a tendência é o resultado ser ainda melhor nas próximas competições", disse Sumaia.

Foto: AP Ampliar
Sem medalha no Pan, Sumaia Ribeiro espera ao menos obter vaga olímpica
A previsão para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, é de classificação na categoria pista, a de Ribeiro, o que não aconteceu em 2008, quando o Brasil só teve representantes em estrada. Era algo que parecia improvável de se repetir, se levado em conta o fato de que o Brasil não enviou representantes ao Mundial da categoria deste ano, na Holanda, mas a UCI (União Ciclística Internacional) concedeu à confederação brasileira quatro vagas no ciclismo estrada, justamente nesta segunda-feira, sendo uma delas para o contra-relógio.
O tiro com arco é o esporte que há mais tempo não ganha uma medalha em Pan-Americano – a última foi em 1983, no Pan de Caracas. Com R$ 1.775.984,16 de investimento nos últimos dois anos, em Guadalajara não foi diferente, mas colocou Daniel Xavier, nas quartas de final, fase na qual perdeu apenas por 6 a 4 do mexicano Rene Serrano, estrela do esporte e ídolo do país.
“Temos que competir por espaço nos clubes com o futebol, por exemplo, já que o tamanho do campo é mais ou menos o mesmo. Mas o investimento nos proporcionou uma equipe permanente em Campinas e contratar um técnico estrangeiro (o coreano Lim Heesk). A tendência é os resultados aparecerem”, disse o chefe de delegação do tiro, Rubens Terra Neto.
Ricos seguem ricos
Os esportes tradicionais, como atletismo, natação (que se situa na cota dos desportes aquáticos com mais quatro modalidades) e o judô, são os que mais recebem dinheiro (veja tabela abaixo) e corresponderam com o maior número de medalhas.
A ginástica, que saiu de Guadalajara vitoriosa entre os homens na ginástica rítmica e com uma atuação frustrante e cheia de atrito das mulheres, ficou em quarto no ranking. O vôlei foi quinto, que em 2009 e 2010 recebeu mais de R$ 5 milhões, teve 100% de aproveitamento, com quatro ouros (na quadra e na praia).
Confira o valor recebido da Lei Agnelo/Piva nos últimos dois anos e medalhas conquistadas em Guadalajara


MODALIDADE VALOR RECEBIDO MEDALHAS EM GUADALAJARA
Atletismo R$ 5.897.919,50 24 (10 ouros, 6 pratas e 8 bronzes)
BADMINTON R$ 1.777, 585,77 1 (bronze)
BASQUETE R$ 3.620.449,88 1 (bronze)
BOXE R$ 3.127.877,51 5 (2 pratas e 5 bronzes)
CANOAGEM R$ 3.741.585,14 4 (2 pratas e 2 bronzes)
CICLISMO R$ 3.726.914,35 0
DESPORTOS AQUÁTICOS R$ 5.262.406,91 24 na natação (10 ouros, 6 pratas e 8 bronzes); 2 no polo aquático (2 bronzes); 2 no nado sincronizado (2 bronzes); 1 no saltos ornamentais (1 bronze); 1 na maratona aquática (1 prata). Total: 30
 ESGRIMA R$ 2.152.011,75 3 (bronze)
 GINÁSTICA R$ 5.283.538,91 6 na ginástica artística (3 ouros, 1 prata e 3 bronzes); 7 na ginástica rítmica (3 ouros, 1 prata e 3 bronzes); 1 1 na ginástica trampolim (1 prata). Total: 14
 HANDEBOL R$ 4.920.064,94 2 (1 ouro e 1 prata)
 HIPISMO R$ 3.971.315,76 2 nos saltos (1 prata e 1 bronze); 1 no CCE (1 bronze). Total: 3
 JUDÔ R$5.985.064,62 13 (6 ouros, 3 pratas e 4 bronzes)
 LEVANTAMENTO DE PESO R$ 2.130.818,86 1 (ouro)
 LUTAS R$ 1.848.681,77 2 (1 prata e 1 bronze)
 PENTATLO MODERNO R$ 1.938.159,53 1 (1 prata)
 REMO R$ 3.808.429,23 2 (pratas)
 TAEKWONDO R$ 2.103.237,43 1 (bronze)
 tÊNIS R$ 2.656.401,84 2 (prata e bronze)
 tênis de mesa R$ 3.419.712,69 1 (ouro)
 tiro com arco R$ 1.775.984,16 0
 tiro esportivo R$ 2.798.637,24 6 (1 ouro e 5 bronzes)
 triatlo  R$ 2.645.909,69 2 (1 ouro e 1 bronze)
 vela R$ 4.362.543,70 7 (5 ouros, 1 prata e 1 bronze)
 vôlei R$ 5.381.116,95 2 no vôlei de quadra (2 ouros); 2 no vôlei de praia (2 ouros). Total: 4


Fonte: IG Esporte





























































































































































 

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

94% das academias de ginástica em Maceió são consideradas clandestinas

24.10.2011 | 09h46

Órgão contabiliza que apenas 12 das 200 na capital têm alvará de funcionamento; órgão realiza campanha contra uso de anabolizantes 

  Wanessa Oliveira e Katherine Coutinho 



Apenas 6% das academias em Maceió possuem alvará de funcionamento. As informações foram repassadas pela Vigilância Sanitária (Visa). O órgão contabiliza que apenas 12 das 200 academias funcionam de forma regular. Na manhã desta segunda-feira (24), a instituição visitou uma série de estabelecimentos, durante ação de combate ao uso de anabolizantes.

De acordo com o inspetor fiscal da Visa, Alan Santana, entre as 188 academias clandestinas, 60 já foram intimadas. Entretanto, até o momento apenas 15 delas deram entrada na documentação. Para regularização, o proprietário do estabelecimento deve requerer um alvará sanitário. Após visita da Vigilância, a academia recebe um termo de inspeção com prazo para adequação. A ação deve ser feita anualmente já que o alvará tem duração de 12 meses.

“A meta é de que, até o fim do ano, todas as academias sejam intimadas. Lembramos que, quem não cumprir, pode ter o estabelecimento interditado”, explicou. Durante a campanha contra o uso de anabolizantes, farmácias e casas de produtos veterinários também são visitadas. “A fiscalização vai ser intensa para combater a venda indiscriminada desse medicamento”.

O uso dos anabolizantes, como esclarece o inspetor, pode causar morte, impotência sexual, esterilidade, crescimento exacerbado dos mamilos, hipertensão, dores de cabeça, retardo no crescimento, calvície, insônia, colesterol alto e lesão no fígado.

O publicitário Helder Rangel, cliente de uma das academias do Murilópolis, relatou que os proprietários do local estimulam apenas o uso de suplementação alimentar. “Eles têm mais esse tipo de conversa. Mas o uso de anabolizantes é totalmente contra-indicado aqui”. O publicitário afirma freqüentar a academia desde 2008. “Faço os exercícios mais por questão de saúde, do que por estética”.

Fonte: Gazetaweb

domingo, 23 de outubro de 2011

Daniel Paiola retorna ao Brasil e é recebido com festa

22 de outubro de 2011
Daniel Paiola é recebido com festa

O atleta da Seleção Brasileira de Badminto, Daniel Paiola, retornou ao Brasil na tarde deste sábado. Recepcionado por amigos e familiares no aeroporto, em Guarulhos, o medalhista de bronze nos jogos Pan-Americanos, de Guadalajara viajou à Campinas, sua cidade natal, onde no domingo, já começa os treinamentos.
“É sempre bom ter amigos e familiares por perto. Isso motiva ainda mais para os próximos torneios. Voltei muito feliz com o resultado e sei no que posso melhorar ainda mais. Estou focado no meu objetivo de chegar aos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Estou bem confiante e sei que preciso da torcida de todos”, comentou o atleta que agora volta aos treinos visando os próximos torneios.
No próximo domingo, Daniel Paiola já viaja para Porto Rico, onde disputa o torneio internacional. Em seguida, ele vai para Miami, onde disputa outra competição. “Estes torneios são importantes, como todos até o anúncio oficial dos Jogos Olímpicos. Vou treinar muito esta semana para estar pronto para os duelos”, finalizou o brasileiro, que deve ter ganhado algumas posições no ranking, com a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos. O Ranking será atualizado na quinta-feira.

Fonte: site do atleta Daniel Paiola ( http://www.danielpaiola.com/ )

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Esportes » Rumo a 2012 » Guadalajara 2011 » Guadalajara 2011 Bronze do badminton, Paiola tem vaga garantida como torcedor

21 de outubro de 2011 07h48 atualizado às 08h10

Daniel Paiola fez história no Pan de Guadalajara ao garantir a primeira medalha da modalidade para o Brasil. Foto: AP Daniel Paiola fez história no Pan de Guadalajara ao garantir a primeira medalha da modalidade para o Brasil
Foto: AP


Emily Canto Nunes - Direto de Guadalajara
No pódio dois dias depois de ganhar a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, a primeira na categoria individual masculina do badminton, Daniel Paiola já tem certeza de que estará na Olimpíada do Rio de Janeiro. Torcedor nato que é, ele adiantou que irá tanto para a Copa do Mundo de 2014 quanto para os Jogos de 2016.


Sobre o investimento de ir como torcedor a competições dessa magnitude, Paiola diz que vale a pena. "A sensação de estar em um evento desses, como atleta ou como torcedor, é inesquecível. É emocionante. É uma festa muito bonita", disse o brasileiro que participou do primeiro Pan competindo. Na quarta, Paiola viu a vitória do Brasil sobre a República Dominicana na torcida, com bandeira e tudo mais.
Em 2007, antes de ser atleta, Paiola passou 20 dias no Rio para acompanhar o Pan-Americano. "Eu amo esporte. Em 2007, assisti badminton, vôlei, ciclismo, futebol, basquete, handebol... Para mim, o que tiver valendo medalha eu estou lá na torcida", confessou.
Para a Copa do Mundo no Brasil, em 2014, e a Olimpíada em 2016, no Rio de Janeiro, Paiola já está se programando. "Se não tiver como atleta, eu estarei na torcida".
Já para ir para Londres 2012 como atleta Paiola precisa ficar entre os 75 melhores do ranking mundial. Hoje, segundo ele, está na casa do 80. Ele explica que para pontuar tem que participar de circuitos internacionais e que ele deve estar em mais competições do que precisa.
Até o final do ano o brasileiro deve participar de cerca de cinco eventos. Segundo ele, para o ranking geral, vale os dez melhores pontos feitos entre maio de 2011 e final de abril de 2012.

Saiba mais sobre o badminton:

O esporte se joga com uma raquete especial e um tipo de peteca, podendo ser praticado em partidas simples ou de duplas. A peteca tem uma forma cônica e é formada por 16 penas que estão dentro de uma base de cortiça, coberta por uma pequena capa de couro. O objetivo do jogo é fazê-la tocar na quadra adversária. Apesar de as origens do badminton remeterem ao século XIV, o esporte não fez parte do programa olímpico até a edição de 1992, em Barcelona.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/rumo-a-2012/pan-americano-guadalajara-2011/noticias/0,,OI5426389-EI17733,00-Bronze+do+badminton+Paiola+tem+vaga+garantida+como+torcedor.html

Daniel Paiola ganha a primeira medalha do Brasil no badminton

Clique no link abaixo e confira.

http://videos.r7.com/daniel-paiola-ganha-a-primeira-medalha-do-brasil-no-badminton/idmedia/4e9ec6fefc9b15797aab2214.html

Fonte; r7.com

Uma medalha que vale ouro!




Na tarde desta quinta-feira, em Guadalajara, o atleta Daniel Paiola, da Seleção Brasileira de Badminton recebeu sua medalha pela conquista de terceiro lugar nos Jogos Pan-Americanos. A data desta quinta-feira é muito especial para o jogador, que há exatos 21 anos perdia o seu pai, Ettore Paiola.
“Pai, essa medalha é para você. Muito obrigado por ter me guiado até aqui. Saudades”, comentou o jogador após receber a medalha. O atleta ficou muito emocionado, que junto com a sua mãe, Marina Paiola e seu irmão, Ettore Paiola, festejaram a conquista. “Foi muito bom eles estarem aqui comigo, foi um momento muito especial”. Colaborou: Fábio Aleixo/Lance



O campeão da categoria de simples foi Kevin Cordon, que na final, venceu o cubano Oslene Guerrero, por 2 x 0, com parciais de 23 x 21 e 21 x 19. “O Kevin era o favorito e conquistou a medalha. Ele está jogando muito bem”, finalizou o brasileiro que retorna ao Brasil neste sábado e retoma os treinos. Na próxima semana, ele viaja para Porto Rico, onde disputa mais um torneio.





















Fonte: site do atleta Daniel Paiola

Conquista de Daniel Paiola coloca badminton em destaque nacional



A medalha inédita do Badminton conquistada nos XVI Jogos Pan-Americanos, em Guadalajara ganhou destaque na mídia nacional. Fora os jornais, portais de todo o Brasil divulgaram a notícia da conquista de Daniel Paiola, ajudando ainda mais a propagação do esporte pelo Brasil.
Além do destaque de muitas chamadas de capa, ao todo foram publicas no mínimo 66 matérias. Destaques são para o Jornal da Record, que fez uma matéria completa sobre a vitória, nas quartas de finais e o Jornal Nacional que comentou a conquista do brasileiro.

Jornal da Record
Jornal Nacional
Terra – Nervosismo  antes de receber medalha inédita
Terra – Brasileiro garante bronze inédito
Terra – Postura americana
Terra – Sem medalhas nas duplas
Terra – Badminton x Tênis
IG – Medalhista começou no tênis
IG – Daniel Paiola vence e garante o bronze
Paraná Online – Paiola perde semifinal, mas leva o bronze
Bem Paraná – Paiola conquista bronze inédito
Bem Paraná – Paiola garante bronze histórico
Globo Esporte – Paiola perde e fica com o bronze
Globo Esporte – Paiola obtém medalha inédita
Globo Esporte – Paiola vence na estreia
 Época – Daniel Paiola fica com o bronze
Época – Badminton assegura medalha de bronze
Diário do ABC – Brasil garante medalha
R7 – Paiola fica com o bronze
R7 – Paiola é a esperança do Brasil no badminton
R7 – Por final inédita, Paiola disputa semifinal
R7 – Paiola faz história no badminton
R7 – Brasileiro vai a semifinal e garante medalha
R7 – Dois brasileiros avançam as quartas de final no badminton
R7 – Badminton fatura mais duas vitórias
R7 – Brasileiro arrasta parentes para ver os Jogos
Final Sports – Paiola é o último representante brasileiro no badminton
Band – Paiola garante o bronze
Correio do Estado – Paiola vence e garante bronze
Veja – Brasileiro chega a semifinal e garante bronze no badminton
Veja – Após bronze no Rio, badminton chega ao México pronto para repetir feito
Veja – Paiola estreia com tranquilidade
MSN – Paiola vence mexicano e garante pelo menos o bronze
ESPN – Paiola cai para favorito, mas garante bronze inédito
ESPN – Após treinos na Malásia, badminton põe projeto à prova no Pan
EPTV – Campineiro garante medalha histórica
EPTV – Campineiro cai nas semifinais e fica com bronze
O repórter – Brasileiro conquista medalha inédita
A crítica – Brasileiro perde na semifinal do Pan
A crítica – Hugo Arthuso e Daniel Paiola avançam às quartas de final
O Povo – Paiola avança as quartas de final
Lance! – Paiola perde, mas conquista bronze inédito
Lance! – Brasileiros são eliminados nas duplas
Lance! – Daniel Paiola vai à semi e garante bronze
Lance! – Daniel Paiola e Alex Tjong avançam às quartas de final
Lance! – Paiola é esperança no badminton
Folha de São Paulo – Brasileiro perde, mas leva bronze histórico
Folha de São Paulo – Paulista ganha 1ª medalha individual do badminton do Brasil
RAC – Paiola perde na semifinal, mas conquista bronze
RAC – Brasil garante medalha no Pan
Gazeta do Povo – Paiola perde na semi e fica com bronze
Gazeta do Povo – Paiola garante medalha inédita
ClicRBS – Paiola vai a semi e garante o bronze no badminton
ClicRBS – Brasil leva bronze inédito no badminton
Super Esportes – Paiola perde na semifinal, mas leva bronze
Super Esportes – Brasil garante medalha no badminton
Super Esportes – Paiola estreia com tranquilidade
NE10 – Paiola perde na semifinal, mas leva bronze
NE10 – Brasil garante medalha no badminton
UOL – Paiola avança à semifinal e garante ao menos o bronze
UOL – Paiola perde na semifinal mas garante medalha de bronze
Estadão – Paiola perde na semifinal, mas leva bronze no badminton
Estadão – Paiola garante 1º pódio no badminton
Gazeta Online – Paiola vai à semi e garante o bronze no Pan
Gazeta Web – Brasileiro vence e garante 2ª medalha de badminton em Pan
O Globo – Paiola vai à semi e garante bronze

Fonte: Site do atleta Daniel Paiola.

Irmãs superam violência e se consagram no segundo esporte mais popular do mundo

Clique no link abaixo e confira.

http://noticias.r7.com/videos/irmas-superam-violencia-e-se-consagram-no-segundo-esporte-mais-popular-do-mundo/idmedia/4e90c6d63d1466367fb84b06.html


Fonte: r7.com

Desvendando o Pan: Saiba mais sobre o badminton

Clique no link abaixo.

http://videos.r7.com/desvendando-o-pan-saiba-mais-sobre-o-badminton/idmedia/4e8baf0092bb275158bcefbd.html

Fonte: r7.com

domingo, 16 de outubro de 2011

Paiola vence 1º jogo de simples no Pan




Paiola | Brasil Internacional 2011 | São Paulo
Fonte: site do atleta Daniel Paiola.

Matéria Especial no LANCE!

O diário de esportes LANCE! publicou hoje uma matéria especial com o atleta Daniel Paiola.
Confira no link abaixo.

http://www.danielpaiola.com/home/archives/4216

Fonte: site do atleta Daniel Paiola.

Desvendando o Pan

Mais uma vez, o Badminton ganhou espaço na mídia nacional.
Desta vez foi na Record News, no programa comandado pelo Heródoto Barbeiro.
Confira a reportagem.

http://www.danielpaiola.com/home/archives/4284


Fonte: site do atleta Daniel Paiola

domingo, 2 de outubro de 2011

Relembre a conquista da primeira medalha do badminton brasileiro no Pan

O badminton entrou no programa dos Jogos Pan-Americanos em 1995, em Mar del Plata, mas o Brasil só conquistou sua primeira medalha 12 anos depois, no Rio. Guilherme Kumasaka e Guilherme Prado foram os responsáveis pela façanha. Eles levaram o bronze na competição.


Momento histórico - a conquista da primeira medalha do badminton brasileiro no Pan

Fonte: videos.r7.com

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Daniel Paiola e Hugo Arthuso conquistam medalha de bronze no Brasil Internacional de Badminton

Seg, 26 de Setembro de 2011 11:14
 
O caminho é longo e tem que ser passo a passo, mas aos poucos a dupla brasileira formada por Daniel Paiola e Hugo Arthuso vai conquistando importantes pontos no ranking mundial de olho nos Jogos Pan Americanos de Guadalajara e Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Depois de conquistarem a medalha de bronze no torneio da Guatemala, Daniel e Hugo repetiram a dose e ficaram com o terceiro lugar em dupla masculina também no Brasil Internacional de Badminton 2011 que terminou neste domingo no ginásio do Clube Athlético Paulistano em São Paulo. Os brasileiros foram derrotados pelos poloneses Adam Cwalina e Michal Logosz (cabeças de chave número 1 na dupla masculina) e perderam por 2 sets a 0, com parciais de 21-15 e 21-10. O resultado acabou com o sonho da dupla em chegar a uma final em casa, mas com os pontos obtidos no torneio, os brasileiros em breve deverão figurar entre as 40 melhores duplas masculinas do mundo.   

Os campeões do Brasil

Com a eliminação dos brasileiros, os estrangeiros ficaram com todos os títulos do 26º Brasil Internacional de Badminton.

A primeira final do domingo foi nas Duplas Mistas e envolveu Halim Ho e Eva Lee dos Estados Unidos que enfrentaram Glenn Warfe e Leanne Choo da Austrália. Os americanos que eram os favoritos ganharam o jogo sem grandes dificuldades por 2 a 0 com parciais de 21-11 e 21-15.
Na sequência aconteceu a final de Simples Feminino entre Michelle Li do Canadá e Kana Ito do Japão que saiu do qualifying para conquistar a medalha de prata e mais uma vez comprovar a excelente fase de Michelle Li que já havia ficado com o primeiro lugar na Guatemala e confirmou o ouro também no internacional do Brasil. Michelle Li do Canadá é considerada também uma das grandes favoritas ao ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara que começa no próximo 15 de Outubro.

Já na simples masculino final entre ou europeus Yuhan Tan da Bélgica e de outro Przemyslaw Wacha da Polônia. O jogo foi bastante técnico e no final o polonês Wacha levou a melhor e venceu por 2 a 0 com parciais de 21-14 e 21-19.

As duplas feminino e masculino encerram as finais. Primeiro foi o confronto entre as mulheres e mais uma vez Eva Lee pelo Estados Unidos e Michelle Li pelo Canadá estavam em quadra. Eva jogou ao lado de Paula Lynn Obanana e levou seu segundo ouro no Brasil Internacional vencendo Michelle Li, que jogou ao lado de Alex Bruce, por 2 a 0 com parciais de 21-14 e 21-17.

Encerrando a competição, o jogo mais aguardado do dia que foi a final de dupla masculina entre os poloneses Adam Cwalina e Michal Logosz que jogaram contra Vladimir Ivanov e Ivan Sozonov. Um jogo duríssimo que durou quase uma hora e no final os russos levaram a medalha de ouro vencendo de virada por 2 a 1 (16-21, 21-14 e 24-22).

Para conferir todos os resultados finais do 26º Brasil Internacional de Badminton, basta acessar o link: http://www.tournamentsoftware.com/sport/matches.aspx?id=C9F6900C-8D7D-4CBD-A230-5B1C6C8C4F6E.

Galeria Brazil Open 2011

O site do atleta Daniel Paiola aproveitou o encontro dos atletas brasileiros e do mundo para fotografá-los em ação. Confira a galeria de imagens do evento. Para fazer o download, clique na imagem ao lado.
Confira no link abaixo !!!
Fonte: http://www.danielpaiola.com/home/galeria-brazil-open-2011

sábado, 17 de setembro de 2011

Brasileiros conquistam medalha de bronze na Guatemala


17 de setembro de 2011


Derrick Ng e Adrian Liu | CAN


Os brasileiros Daniel Paiola e Hugo Arthuso tentaram, mas foram superados pelos canadenses, Adrian Liu e Derrick Ng, por 2 x 0, com parciais de 21 x 10 e 21 x 18, com 27 minutos de jogo. O resultado não tira a medalha de bronze dos brasileiros, que a cada torneio fica mais próximos da vaga olímpica para Londres, em 2012.
“Entramos mal na partida, nosso primeiro set não foi nada bom e fomos facilmente superados pelos canadenses. No segundo, nosso jogo melhorou muito, mas não conseguimos vencer”, comentou Daniel Paiola, que sentiu muitos pontos onde a dupla tem que trabalhar e melhorar para os próximos torneios.
“Percebemos algumas falhas e vamos aproveitar o tempo que temos para os jogos Pan-Americanos para aprimorar estes pontos”, finalizou Daniel Paiola, que retorna ao Brasil na próxima segunda-feira e já foca no Brasil Open, que começa na quarta, dia 21.
Promoção Eu fui pro Mundial! no Facebook
Se você ainda não curtiu a fanpage de Daniel Paiola não perca tempo e aproveite a promoção! Se você curtir até o dia 19/09 e se marcar na foto especial da promoção concorrerá a uma raquete da Victor, modelo Super Inside Wave 32 e uma camiseta do atleta da temporada de 2010.Participe!
Este post foi publicado emNotícias. Bookmark o permalinkComentar ou deixar um trackback:Trackback URL.
Fonte: http://www.danielpaiola.com/home/archives/3002

Visite: http://www.danielpaiola.com/home/